Informativo

O livro sobre os 17 anos do Instituto Gabi  tonará mais visível o movimento de qualidade pela inclusão social e contribuirá para a construção de uma politica pública para o atendimento da pessoa com deficiência.

O fio condutor é o protagonismo das pessoas com deficiência na dinâmica de inclusão, resgatando suas história de vida de suas famílias e mostrando como se dá estre processo. Este é o objetivo: oferecer para a comunidade, de modo especial, para as famílias com pessoas com deficiência, um subsidio dinâmico e útil para o seu dia a dia.

A obra não visa um registro institucional, reunir histórias de vida e de superação. Tomaremos como base a trajetória  dos fundadores (pais da Gabi) que perderam sua filha precocemente e transformaram a dor num projeto de amor ao próximo.

As famílias darão depoimentos, que serão ilustrados por desenhos e artes dos filhos atendidos no Instituto Gabi

Outra contribuição é motivar voluntários a se engajarem em projetos sociais, uma vez que eles representam importantes pilares nesta trajetória de 17 anos.

Por fim, queremos despertar as pessoas para solidariedade e estimular o engajamento em projetos sociais que melhorem a qualidade de vida.

Maria Regina L.S. Saro, engenheira, voluntária do Instituto Gabi, está se dedicando na produção do livro.

O Instituto Gabi procura precisa de patrocínio, seja via leis de incentivo ou outras formas de apoio. Basta entrar em contato com a autora: mr@mschmid.eng.br

 

O Centro Cultural Jabaquara acolheu a Peça de Teatro O Sitio do Pica-pau Amarelo, adaptado com o tema do Natal e  apresentado pelas crianças, jovens e adolescentes com deficiência, numa demostração de criatividade e muita empenho. Saiba mais

 

Fundadora do Instituto Gabi, Iracema Barreto Sogari recebe premio em Brasilia, conferido pela Deputada Luiza Erundia

Fundadora do Instituto Gabi, Iracema Barreto Sogari recebe premio em Brasilia, conferido pela Deputada Luiza Erundia